DESPERSONALIZAÇÃO


É a alteração da sensação de realidade do mundo exterior, sendo preservada a sensação a respeito de si.
Não se trata de um distúrbio ou perda da personalidade. Aliás, não tem nenhuma relação com qualquer aspecto da personalidade dita normal ou patológica.
O seu aspecto central é a sensação de estar num sonho. De estar desligado do mundo como se estivesse sempre a sonhar.
Os indivíduos que sofrem de despersonalização têm a sensação de estar num mundo fictício, irreal mas a convicção em relação à realidade não se altera. Ou seja, têm noção da realidade apesar de terem a sensação de que estão permanentemente a sonhar (o que está a ver não é real – descrença).

 

DESREALIZAÇÃO


É a alteração da sensação a respeito de si.
Corresponde a uma sensação e não a uma alteração de pensamento como ocorre nas psicoses.

Despersonalização e desrealização podem ocorrer em simultâneo.
A combinação de ambas não pode ser considerada transtorno se a sua ocorrência for esporádica. Mas, se se dá continuamente ou com frequência relativamente grande, proporcionando sofrimento significativo ao individuo, passa a ser considerado transtorno.
Actualmente, não há tratamento eficaz para esses sintomas isoladamente.


«« Voltar

 

Livro de Visitas