AGRESSÃO

 

- O que é?

A agressão consiste em magoar intencionalmente, física ou psicologicamente outras pessoas.

 

- Pode ser:

         • Quanto à intenção do sujeito
                  
- Agressividade hostil: visa causar danos no outro com a intenção de o magoar, mesmo não obtendo vantagens para o próprio
                  
- Agressividade instrumental: magoa-se o outro, mas sem intenção de causar sofrimento aos outros porque é apenas meio para atingir um outro fim/objectivo e, por isso, é muitas vezes planeada.

         • Quanto ao alvo

- Agressividade directa: o comportamento agressivo dirige-se à fonte que o originou
                  
- Agressividade deslocada: comportamento agressivo dirige-se para o alvo que não é o responsável pelo desencadear da agressão
                  
- Auto-agressão: dirigida para o próprio que se torna agressor e agredido ao mesmo tempo

         • Quanto à forma como se expressa
                  
- Agressão aberta: a agressão é explícita seja física seja psicologicamente
                  
- Agressão inibida: não se expressa abertamente, não se manifesta para o exterior e dirige-se para si próprio

- Agressão dissimulada: quando o agressor decide expressar a agressividade de forma disfarçada, recorrendo a processos irónicos.

A agressão relaciona-se com factores de carácter orgânico, o que não significa que o ser humano não é, necessariamente, geneticamente programado para desenvolver comportamentos agressivos.
        
Os factores relacionados com o meio social, com a aprendizagem e com as experiências pessoais, têm um papel fundamental na expressão da agressão.
        
Os factores que explicam a agressão são os factores biológicos, factores socioculturais, factores relativos às experiências e à história de vida de cada um.
        
Será que poderemos controlar a agressividade? Pensa-se que sim, pela coacção, pela sublimação e catarse (segundo Freud), desenvolvimento de competências sociais e de comunicação e tomada de medidas sociais alargadas.

 

- Teorias da agressividade

• A concepção de Freud
                  
Segundo Freud, a agressividade teria origem numa pulsão inata, pulsão da morte, logo os comportamentos agressivos seriam explicados por uma disposição instintiva e primitiva do ser humano.

• A concepção de Lorenz (teoria baseada no instinto: a agressão como libertação)
                  
Segundo Lorenz, a agressividade humana estava programada geneticamente, sendo desencadeada em determinadas situações. O ser humano não teria os mecanismos reguladores da agressividade como os animais, o que explicaria as guerras.

• A concepção de Dollard (teoria da frustração-agressão: a agressão como reacção à frustração)
                  
Segundo Dollard, a agressão seria provocada pela frustração. Quando o sujeito não conseguia atingir os objectivos pretendidos, recorria à agressão.

• A concepção de Bandura (teoria da aprendizagem observacional: a agressão como resultado da aprendizagem – aprendemos a magoar os outros)
                  
Segundo Bandura, o comportamento agressivo era aprendido por observação e imitação de modelos. A criança, no seu processo de socialização, imitaria o comportamento dos pais, dos professores e dos seus pares, incluindo os comportamentos agressivos (aprendizagem social).

 

Bibliografia:

         Ser Humano Psicologia B 12º ano 1ª Parte – Manuela Matos Monteiro e Pedro Tavares Ferreira

Texto elaborado por Marta Cabrita

«« Voltar

 

Livro de Visitas